Monster Hunter Rise: Sunbreak | Review

Sunbreak é a expansão do sexto título da série principal da franquia de caçadores de monstros, da nipônica Capcom. A grande expansão, cujo lançamento oficial foi no Nintendo Switch em 2022, trazia novos elementos e tornava Monster Hunter Rise, praticamente um novo jogo, apresentando novos monstros, locais e recursos.

Em janeiro deste ano, Monster Hunter Rise foi lançado para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One e Xbox Series X|S, porém, a grande expansão Sunbreak não foi incorporada ao game, e só veio a ser lançada no dia 28 de abril. Explore a fúria da chama de kamura e conheça novos inimigos, porém, cuidado, pois, velhos rivais irão retornar. Aproveite um novo nível de flexibilidade e profundidade adicionada à ação da caçada e conheça um novo elenco de personagens, cada um com sua personalidade.

A expansão Sunbreak chegou para dar uma nova vida a Monster Hunter Rise, mas será que a Capcom conseguiu acertar na qualidade dos conteúdos para entreter os caçadores ávidos por aventuras? Já sabe né amigão? Dê agora mesmo aquele pulinho na geladeira, pega aquela pizza quatro queijos de ontem, e vem conferir em mais um review do Pizza Fria!

A nova jornada da Fúria da Chama de Kamura

“CUIDADO COM SPOILER”, pois, a expansão Sunbreak, fica disponível exatamente quando o jogo base termina. Após repelir o Frenesi, e se tornar o maior caçador de Kamura, a aldeia recebe a visita da Dama Fiorayne, caçadora do Reino de Elgado e líder da Ordem Real, em busca de sua ajuda, o caçador conhecido como A Fúria da Chama de Kamura.

Ela explica ao caçador que recentemente ocorreram aparições de monstros incomuns na região, que podem estar ligados à cratera, perto do Reino. Sendo assim, cabe a você caçador, averiguar e descobrir o que pode estar causando esse distúrbio. E assim, a jornada do caçador no Reino de Elgado tem início.

Monster Hunter Rise: Sunbreak
A jornada da caçadora no glorioso Reino de Elgado, tem início. (Imagem: Reprodução)

As novidades da expansão Sunbreak

A expansão Sunbreak adiciona excelentes novos recursos à Rise, uma delas é o Seguidor, uma ótima saída para os caçadores solitários, que por algum motivo, não conseguem jogar online, ou não querem dividir os espólios da caçada. Os seguidores são personagens não jogáveis, que se juntam a você para a caçada.

Existem vários caçadores para te auxiliar e cada um com seu estilo de arma e de atuação em batalha, e além de serem ótimos para auxiliar nas batalhas, eles não consomem tentativas ao desmaiar, e podem ser levantados por você, caso sejam derrotados.

Monster Hunter Rise: Sunbreak
Os seguidores foram um ótimo recurso para auxiliar a jornada de caçadores solitários. (Imagem: Reprodução)

Outra novidade muito bem-vinda, foi a possibilidade de trocar as habilidades a qualquer momento, mesmo durante a caçada. Chamada de “habilidades de troca”, é possível customizar até dois setups de habilidades, e trocar em qualquer momento. Assim, você consegue utilizar até 10 habilidades no caçador, sendo 5 em cada um dos setups.

Mais um ponto interessante é a opção “Fareja Tudo!”, comando usado para marcar no mapa coletáveis, como pedras, ossos, plantas, e tudo aquilo que você tiver interesse.

Por fim, Sunbreak é mais que uma simples expansão, e complementa o mundo de Rise com novos mapas, monstros, melhorias de armas e armaduras. O game agora está recheado de novas missões, sub-tarefas e desafios de arena, é praticamente um jogo novo, visto a quantidade de conteúdo que ele apresenta.

Desempenho, áudio e visual de Sunbreak

Monster Hunter Rise: Sunbreak roda muito bem no Playstation 5, o tempo de carregamento dos cenários, tanto para entrar em missões, quanto nas viagens rápidas, são extremamente rápidos, e independente do modo gráfico estar como priorizado, Sunbreak roda a 60 FPS cravados, independente da quantidade de inimigos ou dos ricos detalhes nos cenários.

Além disso, o game que foi originalmente lançado para o Nintendo Switch, está impecável no console da Sony. Os monstros possuem texturas detalhadas como escamas, pelos, penas e dentes, além de terem movimentações incríveis e todos seus movimentos e ataques apresentam realismo e peso. Os mapas, assim como no jogo base, trazem uma riqueza nos detalhes, como cipós, arvores caídas, pedras destruídas e arranhões, além da fauna e flora que podemos interagir.

Monster Hunter Rise: Sunbreak
Quando estamos com aumento de atributos, os efeitos complementam o gráfico mostrando a qualidade visual de Monster Hunter Rise: Sunbreak. (Imagem: Reprodução)

Quanto às trilhas sonoras das caçadas em Sunbreak, assim como no jogo base, estão de parabéns, e são de arrepiar. As canções que tocam em Kimura e no Porto de Elgado, fazem você mergulhar no ambiente e nas caçadas. Toda a ambientação é feita através de tambores, com uma sensação de urgência magnífica, até nos momentos em que a música faz uma pausa e a sonorização da floresta rouba o destaque.

Preciso ressaltar aqui, a respeito das comunicações dos personagens. Fique atento as informações que os caçadores te passam durante as batalhas, geralmente antes de um ataque poderoso, ou investida, os caçadores avisam do perigo, ajudando você a fugir e evitar danos, até mesmo quando a morte é certa.

Vale a pena comprar Monster Hunter Rise: Sunbreak?

Sem sombra de dúvidas alguma que a expansão Sunbreak vale cada centavo investido. Ela praticamente complementa Monster Hunter Rise, apresentando melhorias interessantes, além de entregar inúmeras horas de aventura, com diversas missões principais da história e outras tantas secundárias. A nova história pode até não ser o ponto forte do game, uma vez em que caçada e exploração é o que um bom caçador sempre busca, porém, com certeza, complementa e desenvolve bem o enredo.

Monster Hunter Rise: Sunbreak foi lançado no dia 28 de abril para PlayStation 4, PlayStation 5Xbox One e Xbox Series X|S e está sendo vendido a partir de R$ 193,00 nas lojas virtuais. Vale ressaltar que, para jogar Sunbreak, é necessário ter o jogo base, Monster Hunter Rise. Um pacote com o jogo base e a expansão também está disponível nas respectivas lojas virtuais.

*Review elaborada em um PlayStation 5, com código oferecido pela Capcom.

Monster Hunter Rise: Sunbreak

+ R$ 193,00
8.8

História

7.0/10

Gameplay

9.0/10

Gráficos e Sons

9.0/10

Desempenho

10.0/10

Prós

  • Totalmente localizado em Português do Brasil.
  • Novas missões e grande adição de conteúdos.
  • Modo online extremamente estável.

Contras

  • O preço está bem salgado, e por se tratar de um jogo lançado em 2022, tudo isso, poderia ter vindo em um pacote junto com o jogo base.

Filipe "Bdama" Villela

Aficionado por jogos desde cedo, de Bomberman, Zelda, Sonic ou Mário, indo dos clássicos das gerações passadas, até os indies e mais variados AAA atuais. Viciado em desafios, colecionador de platinas e consoles antigos, para mim não importa a plataforma ou gráficos de um jogo, sou movido pela emoção da aventura de conhecer e desbravar novos mundos, uma viagem única que apenas cartuchos e cd's podem nos levar. Embarque comigo nesse mundo de possibilidades infinitas e venha descobrir novos mundos e maneiras de se aventurar!