Planet of Lana | Review

Planet of Lana, desenvolvido pela Wishfully Studios e distribuído pela Thunderful Publishing, aborda a jornada de Lana e seu pequenino companheiro Mui, envoltos em uma aventura desafiadora, cujo objetivo é o resgate da irmã de Lana, chamada Elo.

O título em rolagem lateral, explora um mundo deslumbrante, composto por criaturas exóticas e seres mecânicos assustadores. Mas será que, ao adotar quebra-cabeças ambientais e mecânicas diferenciadas, o game consegue envolver jogadores no universo de Lana, resultando em uma experiência única? Confira a respost agora, em mais uma análise especial do Pizza Fria!

A jornada de Lana

Em Planet of Lana, Elo, irmã de Lana, acaba sendo sequestrada após uma invasão de robôs alienígenas misteriosa, que afeta os habitantes no processo. Lana então não tem outra opção senão descobrir onde sua irmã está e tentar sobreviver aos perigos de um mundo agora controlado por criaturas mecânicas de grande escopo, atentas a quaisquer movimentos humanos.

Além disso, o mundo em si já possui criaturas ameaçadoras, unindo dois universos em um combo que trará desafios incomuns para a protagonista. Inicialmente em uma viagem solitária através de um breve tutorial, logo encontramos nosso companheiro de viagem, Mui, e essa interação é a alma de Planet of Lana. Mui possui a forma de um pequeno pet, comandado por ações através de Lana, mas o vínculo entre os dois vai além de simples comandos e possui profundidade emocional, sendo parte complementar da história.

Todo o mistério remete à nossa própria civilização e às máquinas alienígenas, compondo uma narrativa sinuosa e ramificada, porém eficaz no entendimento, o que resulta na imersão necessária e no vínculo entre Lana e Mui com seu mundo. O mundo de Planet of Lana adota o estilo plataforma 2D, onde Lana pula, abaixa, interage com Mui e arrasta objetos. Entre os diversos cenários, surgem quebra-cabeças ambientais, além de momentos de stealth que evitam o combate a todo custo.

Planet of Lana
Planet of Lana impressiona com sua arte e mundo. (Imagem: Reprodução)

Puzzles ambientais diversificados

Os puzzles em si, associados com Mui, são o destaque do jogo, pois a dinâmica e interação entre os dois criam situações onde os jogadores utilizam sua capacidade analítica para resolver questões sobre mecânicas para transpor ou acessar obstáculos. Mesmo sendo simples, são bem implementados, e algumas até mesmo impressionam pela forma como foram desenvolvidas e pelo poder criativo observado.

São puzzles contendo situações relacionadas a notas musicais, que devem ser reorganizadas na ordem correta, desafios relacionados à água, assumindo o protagonismo de Mui, além de encontrar maneiras de chegar do ponto A ao B com os recursos presentes no ambiente. A invasão alienígena mudou a dinâmica do mundo, com a introdução de robôs e criaturas ainda mais perigosas, exigindo ações rápidas por parte de Lana.

A jogabilidade em si em Planet of Lana baseia-se exclusivamente nas habilidades de Lana e Mui. Toda a abordagem envolve lógica e habilidade de observação, adicionando elementos posteriormente ao avançar no game, que adicionam novas habilidades e interações diferenciadas com o ambiente e os animais habitantes do planeta de Lana, criando um ciclo competente e constante. Lana não possui habilidades como magias; seu grande potencial está em sua agilidade física, e o foco de nossa jornada sempre será o avanço de Lana através de seu mundo, além da integridade total de nosso companheiro de viagem, Mui, direcionando o pequeno ser para determinados locais, solicitando que ele avance sozinho ou sequer saia do lugar.

Planet of Lana
Inimigos são grandes e contrastam com nossa pequena Lana. (Imagem: Reprodução)

Inimigos estão presentes no título como desafios e não como adversários prontos para serem eliminados através de armas ou magias; este não é um título de ação. A furtividade é a chave do progresso quando nos deparamos com criaturas, e embora alguns momentos possam parecer agressivos, como trancar um inimigo ou atingi-lo com um objeto, não existe uma mecânica de combate ou combos.

A mistura entre sequências de transição, momentos emocionantes, o escopo do mundo e suas características únicas associam-se aos elementos da narrativa, explicando passado e do presente, condensando a história em um resultado coerente e admirável. Boa parte do tempo será dedicada a jogabilidade relaxante; no entanto, Planet of Lana eventualmente adiciona momentos mais assustadores, ressaltados pela trilha sonora, nos quais somos perseguidos por máquinas.

Um espetáculo visual

Visualmente, Planet of Lana é um espetáculo e destaca sua exuberância entre os diversos cenários pelos quais Lana e Mui devem transitar. O fundo sobrepõe os protagonistas em uma beleza visual impressionante, ilustrando o que acontece, sem recorrer a diálogos excessivos. Expressões não verbais são a essência do jogo, e todos os elementos de cenário estão interligados aos protagonistas e seus habitantes.

Planet of Lana
A interação entre Mui e Lana é o coração de Planet of Lana. (Imagem: Reprodução)

A estética visual única e os pequenos detalhes da paleta de cores, que mescla tons escuros e tons mais claros, ressaltando o perigo e a natureza, são um trabalho admirável pouco observado em títulos do gênero. O preto ressalta inimigos com olhares ameaçadores e pretos, contrastando com personagens humanos e suas características pacíficas e tonalidades acolhedoras.

Em relação à performance, não notei problemas nas atividades no PlayStation 5, garantindo também uma boa resposta aos comandos efetuados durante a jogabilidade, sendo bastante responsivos. Todos os eventos e animações na tela foram desenvolvidos de forma natural, proporcionando movimentos fluidos para os protagonistas, além dos demais personagens inseridos no game.

A trilha sonora de Planet of Lana amplia ainda mais o universo de Lana com abordagens pontuais durante a jornada da personagem, entre pequenas emissões sonoras, porém, cheias de personalidade emitidas por Lana e pontualmente ressoadas por Mui. A trilha de Takeshi Furukawa e Siobhan Wilson flui através dos fones com riqueza de detalhes, apresentando acordes encantadores ou ritmizados para demonstrar o perigo ou a urgência do momento.

Planet of Lana
Puzzles ambientais são frequentes e apresentam desafios variados. (Imagem: Reprodução)

Vale a pena comprar Planet of Lana?

Planet of Lana é um resultado espetacular, que sintetiza um universo único através de elementos visuais, narrativos e mecânicas de jogabilidade, proporcionando um resultado exuberante, próximo a excelência. Uma obra de arte visual sem excitações em sua implementação, valendo a pena cada minuto investido nessa jornada.

Como protagonista, Lana transmite seus momentos de tristeza e a ingenuidade características da juventude e, mesmo envolvida em uma jornada tão desafiadora, consegue encontrar alegria em pequenas coisas. São essas pequenas singularidades em jogos como este que tornam a experiência enriquecedora, onde as nuances do sentimento humano, relações familiares, amizades e companheirismo, levam à reflexão e ao aprendizado. Planet of Lana surge como uma aventura épica e envolvente, resultando em uma jornada fascinante do início ao fim.

Por fim, Planet of Lana está disponível para Nintendo Switch, PlayStation 4 e PlayStation 5 desde o dia 16 de abril de 2024. As versões de Xbox OneXbox Series X|S PC, via Steam, foram lançadas em maio de 2023.

*Review elaborada no PlayStation 5, com código fornecido pela Thunderful Publishing.

Planet of Lana

+ R$ 59,99
9

História

9.0/10

Gameplay

9.5/10

Gráficos e Sons

9.5/10

Extras

8.0/10

Prós

  • Trilha sonora sensacional
  • Visuais espetaculares
  • Jogabilidade simples e intuitiva
  • Mui é encantador

Contras

  • Experiência curta

Vanessa Lopes

Gamer raiz, assoprava cartuchos e executava jogos no MS-DOS. Carioca que ama dias chuvosos, gostaria de ser paulista e morar na terra da garoa. Cria conteúdos sobre jogos, tenta dominar dados, porém, super noob em Power BI.