Outriders Worldslayer | Review

Jogos de looter shooter, sempre me despertaram certo interesse, pois a arte de esmagar hordas de inimigos com as mais variadas combinações de builds é por si só algo divertido. E por mais que eu goste do gênero, Outriders foi um dos poucos jogos que eu até então não tinha jogado, porém com o lançamento da nova expansão Outriders Worldslayer eu decidi me aventurar em Enoch e ver como eu poderia trucidar mais hordas de inimigos.

Mas deixando o contexto de lado, vamos aos termos técnicos. Outriders Worldslayer é a mais nova expansão do jogo de tiro em terceira pessoa Outriders, desenvolvido pelo estúdio People Can Fly, e publicado pela Square Enix em 2021. Outriders teve ao longo desse seu 1 ano de vida vários altos e baixos, sendo talvez o mais baixo deles o seu conturbado lançamento e problemas de servidores. Porém com o passar dos meses os desenvolvedores consertaram vários desses problemas e adicionaram vários conteúdos gratuitos, como o update New Horizons.

Eis que em 2022, a People Can Fly lança a mais ambiciosa expansão, e o primeiro conteúdo pago de fato do jogo. E aqui estamos para analisar essa última expansão, Outriders Worldslayer!

Continuando a história de Enoch

Vamos começar do começo, a primeira coisa que você experienciará em Outriders Worldslayer é a sua história, que pode ser acessada ao interagir com a NPC Channa no último acampamento do jogo base. A história então começa com você e sua equipe indo atrás de uma das cápsulas de suprimentos espalhadas por Enoch, porém Zahedi, seu cientista descobre que a Tempestade de Anomalia está crescendo exponencialmente e não demorará muito para ela assolar todo o planeta. Eis então que sua jornada para salvar Enoch começa (mais uma vez).

Para descobrir como salvar à todos você terá que explorar se infiltrar na fortaleza dos Insurgentes, explorar as ruínas do povo Pax e tentar entender de fato como a Anomalia funciona, tudo isso dizimando centenas de milhares de inimigos no caminho obviamente.

Em determinado momento da história você será apresentado à Ereshkigal, a Divergente comandante dos Insurgentes e mais nova vilã. Essa personagem em especial talvez seja a melhor adição à lore de Outriders, pois ela cumpre o papel de antagonista de forma excepcional, além de ter uma motivação crível para seus atos. Porém como nem tudo são flores ela aparece pouco na história.

Outriders Worldslayer | review
As paisagens de Enoch continuam bastante criativas e bonitas (Imagem: Reprodução)

Apesar da história principal de Outriders Worldslayer parecer interessante ela definitivamente não é o foco maior da nova expansão, pois ela dura cerca de 4 ou 5 horas, e funciona apenas como um obstáculo para chegar ao “verdadeiro jogo” que é o endgame. O jogo base já sofria com esse problema, porém com essa expansão você pode criar um personagem no nível 30, pular a história do jogo base e começar diretamente no início da nova expansão.

Infelizmente, a história de Outriders Worldslayer não traz uma boa variedade de inimigos, ou uma nova facção, praticamente todos os inimigos que você enfrentará serão os mesmos inimigos vistos no jogo base, com exceção de alguns mini-chefes, alguns chefes ou inimigos de elite. Essa talvez foi a maior decepção em relação ao novo conteúdo, pois esperava uma maior variabilidade de inimigos ou quem sabe uma nova facção para enfrentarmos.

Novos sistemas em Outriders Worldslayer

Com certeza as maiores adições da nova expansão do jogo envolvem os sistemas, seja de criação de builds, seja de itens ou de dificuldade do mundo. A primeira e mais aparente grande mudança é o novo sistema de Graus de Apocalipse, que substitui o antigo sistema de Grau de Mundo. Agora os Graus de Apocalipse vão até o nível 40 e cada um desses níveis concede uma chance de conseguir itens melhores em troca de uma dificuldade maior de jogo. Esses níveis são desbloqueados apenas jogando o jogo e derrotando inimigos para conseguir experiência.

Como o jogo agora pode ficar mais difícil do que antes, você deverá acompanhar essa dificuldade com o novo sistema de Níveis de Ascensão. Esse sistema é basicamente um novo nível do personagem, e a cada nível de Ascensão atingido você desbloqueia um Ponto de Ascensão para distribuir na Árvore de Habilidades passivas novas, algo como o sistema de “Níveis de Paragon” em Diablo 3, ou o “Badass Rank” em Borderlands 2.

Outriders Worldslayer | Review
Essa é a árvore de habilidades de ascensão em Outriders Worldslayer (Imagem: Reprodução)

Outro sistema que com certeza vai te ajudar a montar aquela build perfeita é a nova Árvore de Habilidades Pax, essa árvore funciona exatamente igual à árvore de habilidades padrão do jogo, porém exige que você gaste pontos Pax nela. Os pontos Pax são obtidos na história de Outriders Worldslayer e em Tarya Gratar (vou explicar melhor o que é isso depois), e no total são apenas 5 pontos Pax que você pode adquirir no jogo para montar seu personagem.

Vale ressaltar que as habilidades passivas Pax, são talvez as habilidades mais fortes do jogo e alteram drasticamente a jogabilidade do seu personagem, e além disso cada classe tem a sua própria árvore de habilidades, com duas ramificações diferentes que abordam de maneiras diferentes as habilidades da classe.

Outriders Worldslayer | Review
A nova árvore de habilidades Pax da classe Technomancer (Imagem: Reprodução)

Outro novo sistema de Outriders, é a nova variante de itens chamada de “Itens Apocalipse”, os itens Apocalipse são essencialmente iguais aos outros, com a única diferença que eles suportam um terceiro espaço de modificação para o equipamento, porém a modificação nesse espaço adicional não pode ser alterada. Isso incentiva o jogador a ir atrás daquele item Apocalipse que venha com a modificação desejada e perfeita para sua build. Os itens apocalipse podem vir em todas as raridades, ou seja você pode pegar um item lendário Apocalipse para ter um modificador a mais em seus equipamentos.

Vale lembrar que todas essa habilidades passivas novas e os Itens Apocalipse, interagem com os novos itens lendários da expansão, então sim você terá que estudar esses novos itens para saber quais combinam mais com o seu estilo de jogo, e além disso rezar para ele vir com a variante apocalipse certa. E o mais impressionante de toda essa variabilidade e novas possibilidades de combinações seja de itens e habilidades, possibilita a criação de builds novas em comparação com as que existiam no jogo base.

Outriders Worldslayer | review
Um exemplo de uma arma com a variante Apocalipse que permite o uso de um terceiro modificador (Imagem: Reprodução)

O que fazer no novo “Endgame”

Após terminar a campanha principal de Outriders Worldslayer, você desbloqueará Tarya Gratar. Esse local é bastante importante para a história do jogo então não pretendo me estender em o que ele é de fato na lore para não atrapalhar a sua jornada. Entretanto, Tarya Gratar é basicamente uma enorme dungeon separada em enormes salas e corredores repletas de inimigos, em cada uma dessas localidades há um baú que lhe fornecerá itens dependendo do seu Grau de Apocalipse.

Porém você pode “escolher” que caminho seguir nessa masmorra e decidir que tipos de encontros você quer ter. Porém cada uma dessas salas é gerada aleatoriamente variando seus inimigos, mas nunca o layout da sala. Após alguns encontros desses você se deparará com alguns chefes no meio do caminho, e infelizmente esses chefes são sempre os mesmos três, dois guerreiros e um xamã. Vale ressaltar também que você tem somente 3 vidas para terminar Tarya Gratar, caso você perca essas três chances você volta do início da masmorra.

Falando assim pode parecer que Tarya Gratar é como um modo roguelike que gera essa masmorra aleatoriamente a cada tentativa, porém não. Tarya Gratar tem sempre o mesmo layout do mapa, o que é gerado aleatoriamente são os encontros em cada uma das salas e somente isso.

Apesar dessa masmorra ser um novo conteúdo para os jogadores veteranos de Outriders, ela não exatamente substituí as antigas incursões atrás das cápsulas de suprimentos, pois em Tarya Gratar você não receberá muitos pontos de cápsulas para trocar por itens lendários no NPC Thiago.

Outriders Worldslayer | review
O mapa de Tarya Gratar em Outriders Worldslayer (Imagem: Reprodução)

Vale a pena comprar Outriders Worldslayer?

Worldslayer é uma boa expansão para o jogo Outriders, que traz bastante variabilidade de conteúdos, principalmente de customizações de personagens, tudo isso enquanto traz uma continuação para a história contada no jogo base e amarra algumas pontas soltas dessa história. Apesar de ser uma boa expansão, ela não justifica o preço cobrado, pois esses novos conteúdos poderiam ser facilmente adicionados em uma atualização gratuita do jogo, ou cobrado um valor justo.

Outriders Worldslayer está disponível para Xbox One, Xbox Series S|XPlayStation 4 e Playstation 5PC via Steam, e requer o jogo base para ser acessada.

*Review elaborada em um PC equipado com uma GTX, com código fornecido pela Square Enix.

Outriders Worldslayer

R$ 189,90
6.8

História

6.0/10

Gameplay

8.0/10

Performance

5.0/10

Novos Conteúdos

8.0/10

Prós

  • Variabilidade de Builds
  • Cenários
  • Esclarece um pouco mais a lore do jogo
  • Ereshkigal

Contras

  • Novos Conteúdos não justificam o preço cobrado.
  • Tarya Gratar poderia ser mais diversificada
  • Falta de variabilidade dos inimigos
  • Duração da história

Matheus Feldmann

22 anos, estudante de Jogos Digitais, preservador de jogos antigos, amante de jogos em geral, desde os mais competitivos quanto os mais focados em narrativa. Viciado em MMORPGS, fã de Dark Souls e entusiasta de jogos de luta.